Categorias

Páginas

Após novo 0 a 0, ASA cai nos pênaltis e vê Paraná se classificar na Copa do Brasil

- Por: Redacao Portal Guia Mais - - 6 de abril de 2017 | - 08:02 - - Home » Esporte - - Sem Comentários

(Crédito: Reprodução / Twitter Paraná)

A última vaga para a quarta fase da Copa do Brasil foi decidida com muito drama em Curitiba. Paraná e ASA empataram mais uma vez sem gols na noite desta quarta-feira (5), no Estádio Durival Britto, e decidiram a vaga nos pênaltis. Airton e Djalma perderam do lado Alvinegro, enquanto o Tricolor converteu as quatro cobranças, vencendo por 4 a 1. Eduardo Brock ainda desperdiçou penalidade para os donos da casa aos 23′ da segunda etapa. O Portal TNH1 e a Rádio Pajuçara FM Arapiraca 101,9acompanharam a partida.

Em Alagoas, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, os dois times empataram sem gols no jogo de ida. O Alvinegro jogava por uma vitória simples ou um empate com gols para se classificar. Já o Tricolor precisava vencer para passar de fase direto. Outro empate em 0 a 0 levava a decisão para os pênaltis. O placar se repetiu. Melhor nas cobranças, o Paraná avançou e pega o Vitória.

Tudo igual

A primeira etapa repetiu o roteiro do jogo em Arapiraca. Muita movimentação e nenhum gol. Os donos da casa chegaram com perigo aos 6′. Robson chutou cruzado e Cetin espalmou. Os visitantes responderam com Airton, que experimentou do meio da rua e pôs Léo para defender.

Bem postado defensivamente, o ASA jogou em busca do contra-ataque. Aos 22′, Téssio arriscou e Léo pegou mais uma vez. Cautelosos, os adversários preferiam não se expor muito e não criaram melhores oportunidades.

Pressão e classificação tricolor

Decidido a ficar com a vaga, o Paraná foi para cima dos alagoanos. Renatinho tentou nos primeiros minutos, mas parou em intervenção de Kível. Depois Téssio respondeu, obrigando Léo a salvar o Tricolor. Aos 22′, Biteco finalizou, a bola bateu no braço de André Lima e o juiz assinalou penalidade. Brock foi para a cobrança e mandou para fora. Renatinho voltou a incomodar e, livre na grande área, desperdiçou para fora.

O ASA pressionou com Djalma e viu Léo salvar novamente. Felipe Alves, aos 37′, caprichou demais no chute e a bola passou perto da trave. Nos acréscimos, Nathan bateu atrapalhado e Cetin garantiu o empate.

Nas penalidades, Robson abriu o placar, Kível empatou, Diego Tavares fez o segundo, Airton parou em Léo, Leandro Vilela converteu, Djalma chutou para fora e Brock carimbou a classificação do Paraná.

Ficha técnica

Paraná

1- Léo
2- Diego Tavares
3- Airton
4- Eduardo Brock
6- Kaike
5- Johny
8- Alex Santana (15- Leandro Vilela, aos 28′ do 2º tempo)
7- Robson
10- Renatinho
11- Guilherme Biteco (19- Felipe Alves, aos 25′ do 2º tempo)
9- Pedro (17- Nathan, aos 15′ do 2º tempo)

Técnico: Wagner Lopes

Banco: 12- Marcos, 13- Rayan, 14- Júnior, 15- Leandro Vilela, 16- Jonas Pessali, 17- Natan, 18- Ítalo, 19- Felipe Alves e 20- Diego Canuto.

ASA

1- Cetin
2- Douglas
3- Anselmo
4- André Lima
6- Airton
5- Mazinho
8-Leanderson (15- Gaspar, aos 39′ do 2º tempo)
7- Juninho
10- Doda (16- Djalma, aos 18′ do 2º tempo)
11- Téssio (18- Junior Mandacaru, aos 24′ do 2º tempo)
9- Leandro Kivel

Técnico: Maurílio Silva.

Banco: 12- Carlão, 13- Montoya, 14- Ceará, 15- Gaspar, 16- Djalma, 17- Jean Carlos, 18- Júnior Mandacaru, 19- Jefferson Baiano.

Cartão amarelo

Paraná: Alex Santana, Robson, Airton, Kaike, Renatinho.

ASA: Mazinho, André Lima, Doda, Gaspar.

Arbitragem

Árbitro: João Batista de Arruda (CBF/RJ);
Assistente 1: Michael Correia (CBF/RJ);
Assistente 2: João Luiz Coelho de Albuquerque (CBF/RJ);
Quarto árbitro: Rafael Traci (CBF/PR).

por

Paulo: Victor Malta/Tnh1

Deixe seu comentário ou dúvida que responderemos o mais breve possível.

Para: Após novo 0 a 0, ASA cai nos pênaltis e vê Paraná se classificar na Copa do Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: