Tem se tornado cada vez mais comum ver transmissões ao vivo no Facebook, sinal de que a aposta feita pela empresa de Mark Zuckerberg tem dado certo. Quem revelou a informação foi Fidji Simo, chefe do setor de vídeos da rede social.

Em uma mensagem publicada em seu perfil no Facebook, a funcionária mencionou que, atualmente, um em cada cinco vídeos que surge na rede social é transmissão ao vivo, e ressaltou que o tempo gasto nesse tipo de conteúdo ficou quatro vezes maior se comparado aos números vistos no ano passado.

“Um ano atrás, tornamos possível para as pessoas de todo o mundo compartilharem vídeos ao vivo no Facebook […] Desde então, nos focamos em fazer do Facebook Live uma experiência capaz de engajar mais, mais divertida e social. […] Agora, um em cada cinco vídeos no Facebook é transmissão ao vivo, e no decorrer do último ano o tempo diário gasto nas transmissões do Facebook Live mais que quadruplicou”, mencionou a funcionária do Facebook.

Apoio de famosos

Para construir a fama da transmissão ao vivo, além de usuários comuns e influenciadores, a empresa chegou a pagar um total de aproximadamente US$ 50 milhões a empresas de mídia, atletas e celebridades para produzir esse tipo de conteúdo. A ideia era fazer com que a rede recebesse mais exemplos do gênero, bem como ajudar os usuários a se acostumar com as mudanças naquilo que seria priorizado pelo feed de novidades.

Com os primeiros passos dados, a meta é fazer com que a base de usuários da rede social comece a apostar mais nesse tipo de formato e, quem sabe, ver esses números ainda maiores no próximo ano.

Por: Douglas Vieira / TEC MUNDO