Categorias

Páginas

PUBLICADE-WHATSAPP

Sindicato, sociedade civil e movimentos sociais realizam ato em prol da Fábrica da Pedra

- Por: Marcos Maciel - - 15 de setembro de 2017 | - 09:13 - - Home » Destaque - - Sem Comentários

Protesto será em frente a guarita de entrada da indústria fechada desde 2016. (Foto Marcos Maciel/Arquivo Editora Guias Mais)

Em busca da retomada dos postos de trabalho e a permanência do patrimônio histórico social e econômico da Fábrica da Pedra, o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Fiação e Tecelagem (STIFT) de Delmiro Gouveia, Sociedade Civil e Movimentos Sociais, realizam ato público na manhã desta sexta-feira (15), a partir das 9hs, em frente à guarita de entrada da indústria, fechada desde março de 2016.

Em contato com o presidente do STIFT, João Gomes, a reportagem do portal Guia Mais Notícia foi informada de que após rumores de uma possível venda dos maquinários da fábrica, o Sindicato enviou um ofício de nº 54/2017 informando ao Grupo Carlos Lyra, o empenho contínuo em resgatar a indústria, entendendo ser um patrimônio vivo da sócio economia do município.

De acordo com o ofício, enviado no dia 31 de julho deste ano, do qual tivemos acesso com exclusividade, o sindicato ainda informou o esforço para aglutinar parcerias, onde diz entender que, manter a Fábrica da Pedra viva, é um dever da sociedade delmirense, onde conta com solidariedade de todos os sindicatos da cidade, a Federação dos Trabalhadores na indústria do Estado de Alagoas, Nova Central Sindical de Trabalhadores de Alagoas, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Delmiro  Gouveia, Prefeitura Municipal e o suporte institucional da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento, além da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria – CNTI.

Ainda de acordo com STIFT, o presidente da CNTI José Calixto Ramos, teria solicitado uma formulação concreta, através de um documento que comprovasse a manifestação de interesse do Grupo Carlos Lyra, em negociar a sua unidade industrial.

Em resposta ao Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Fiação e Tecelagem, o Grupo Carlos Lira, através de seu diretor Jorge Cavalcante, informou ter recebido a solicitação e ratificou a informação de interesse de seus dirigentes, em vender a Fábrica da Pedra e que desde 2016 tem oferecido à venda da indústria fabril para vários empresários de forma reservada.

O diretor disse ainda que desde fevereiro de 2017 tornou a venda da Fábrica pública, onde já recebeu a visita de vários empresários interessados, porém nenhuma proposta foi oferecida até a data presente.

O Sindicato cobra mais transparência na negociação da indústria, visando garantir os mais de 500 postos de trabalhos no município e a permanência da centenária indústria na cidade de Delmiro Gouveia.

FALTA DE EMPENHO:

O Sindicato cobra ainda o empenho dos representantes públicos, onde ressalta uma audiência pública realizada este ano na Câmara Municipal de Vereadores de Delmiro Gouveia, onde foi formada uma comissão pelo presidente da Casa Legislativa Ezequiel de Carvalho Costa – KEL (PSB) e os vereadores Geraldo Xavier (PSD) e Raimundo Valter Benício – Casa Grande (PPS), da qual até o dia de hoje não recebeu nenhuma informação sobre uma possível articulação dos edis, em marcar uma reunião com o governador do estado, visando tomar as medidas cabíveis em prol da venda e a reabertura da indústria, que deixou segundo o sindicato de movimentar mais de R$ 1 milhão no município, com o término do pagamento da rescisão dos contratos dos trabalhadores, agregado ao FGTS, desde último dia 3 de agosto deste ano, o que pode acarretar mais ainda a economia no município e região.

Por nota a assessoria da Câmara Municipal de Delmiro Gouveia disse está sempre empenhada em resolver a problemática situação da Fábrica da Pedra.

CONFIRA ABAIXO: 

A Câmara de Vereadores de Delmiro Gouveia, por meio da Assessoria de Comunicação, explica que sempre esteve alerta sobre a problemática da Fábrica da Pedra, ressaltando, inclusive, a nota de solidariedade enviada à comunidade alagoana, pelo presidente da Casa Legislativa Ezequiel de Carvalho Costa (Kel), em janeiro deste ano, chamando a atenção para a resolução do problema.

No documento o presidente se manifestou da seguinte forma: “O presidente da Câmara de Vereadores de Delmiro Gouveia, Ezequiel Carvalho Costa, em nome dos vereadores que compõem a Casa Legislativa, se solidariza com os delmirenses na luta pela reabertura da Fábrica da Pedra. A empresa, um símbolo que marca o desenvolvimento do município de Delmiro Gouveia e região, não pode encerrar suas atividades. Para tanto, como presidente do Legislativo, está em constante contato com o Executivo delmirense, unindo forças e oferecendo todo o apoio necessário para que a Fábrica da Pedra possa retornar a sua produção e novamente ser um exemplo de aquecimento da economia local e geração de emprego e renda”.

A Assessoria de Comunicação da Casa ressalta ainda que o vereador Carlos Roberto Cacau Correia da Silva está em constante contato com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Fiação e Tecelagem de Delmiro Gouveia, João Gomes, buscando alternativas para que a questão seja solucionada. Cacau ressalta que ainda neste ano esteve reunido com o presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (FIEA), José Carlos, juntamente com o prefeito Eraldo Cordeiro e o deputado Estadual Ronaldo Medeiros, onde trataram da reabertura da Fábrica.

Cacau explica ainda que está sendo agendada uma reunião com o Senador Renan Calheiros para abordar a questão. “Estou em contato direto com o presidente em Delmiro João Gomes e com os órgãos competentes para que a situação seja solucionada. A reabertura da Fábrica da Pedra é uma das nossas grandes preocupações porque, além de ser um símbolo da nossa cidade, é um marco no que diz respeito a geração de renda, empregando centenas de pais de famílias. Estamos sim, sempre empenhados para que esta situação seja revertida”, disse Cacau.

Deixe seu comentário ou dúvida que responderemos o mais breve possível.

Para: Sindicato, sociedade civil e movimentos sociais realizam ato em prol da Fábrica da Pedra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: